mulheres, sua sensibilidade reforça sua competência.

Primeiro que não existe papeis masculinos e femininos, qualidades femininas e masculinas, não como fomos educados. Existem duas energias complementares, masculina e feminina que se complementam. Uma mais dominante que a outra no corpo que habita mas ambas essenciais para o indivíduo.

Porém colocaram o homem como a força e a inteligência dominante, aquele que lidera, vai pro mundo e realiza.

A mulher se resumia a mãe, do lar, sensível, ingênua, a que precisa agradar a todos status do marido.

Toda nossa inteligência mística, intuitiva e selvagem sem valor.

Ficamos rotuladas a baixo deles.

Veio a Segunda guerra mundial e passamos a ser convenientes no serviço operário, desde então uma revolução vem acontecendo.

Não voltamos mais para o lar, porém acrescentamos mais compromissos a nossa vida.

Temos caminhado acumulando lutas, provas e resultados, mas sempre de um ponto de vista de não suficiência.

Por um bom tempo tudo que realizamos era sobre um parâmetro de como o masculino atua, lá é o certo, ser mulher é errado e por isso sutilmente atuamos com a permissão e o espaço que eles nos permitem e sempre a espera de uma validação. De tanto nos ignorarem nos calamos e acreditamos que nossa maneira de existir é errada.


São raras as mulheres lideres e bem sucedidas nos negócios, e não é atoa que o mundo vai mal.

Precisamos vencer barreiras internas de autoconfiança, suficiência , e saber que nossa sensibilidade não diminuiu a nossa competência e a maternidade não anula a mulher de negócios que nos habita, mas de fato somos diferentes.







As Vantagens de atuar nos negócios como mulheres.


1. Mulheres tem uma visão holística e integrativa;

2. Ser sensível, intuitiva amplia possibilidade;

3. Somos estrategistas mas temos valores e princípios a serem respeitados;

4. Nossa capacidade de empatia traz harmonia para o ambiente

5. Temos mais potencial criativo e conectivo, inovamos mais;

6. Somos orientadas por propósito e por isso geramos mais impacto e lealdade

7. Geramos riqueza mas como geramos importa, isso é valor humano;



Mas fazer negócio requer postura, clareza e a mulher agir assim é visto como grosseria, já o homem no mesmo lugar é liderança.

Quando uma mulher tem uma ideia e o homem entra no meio deste desenvolvimento a mulher precisa estar muito segura sobre o que quer e como quer, do contrario a probabilidade desta ideia seguir os passos masculinos é fortíssima porque na sua intimidade ela não se sente lider do que sabe, e o homem pode nem saber, mas confia até no que ele não sabe.

Na hora de fazer o seu negócio não tenha vergonha de dizer não para o que não faz sentido. E se for julgada como chata, má, ruim de negócio, é sinal que está fazendo certo.


Para mulheres fazerem negócios como mulheres é preciso mudar nosso mindset, não seremos boas por parecermos com os homens, muito pelo contrario, não valorizar o que se é já nos coloca para trás. Precisamos nos olhar com o valor e potencial que temos e estamos em vantagem, o nosso algos nos capacitou.


Fomos pro mundo e exercemos nosso multipotencial, ganhamos flexibilidade, investimos em autoconhecimento e nosso grau de estudo técnico supera os homens, isso aliado a nossa intuição, proatividade, autoresponsabilidade

Portanto, é como mulheres que precisamos nos exercer, confiar nesta força transforma.


Leiam o livro Faça acontecer sheryl Sandberg | Super inspirado.


20 visualizações

© 2018 por Casa Instante. A primeira Casa De experiência da Amazônia