o despertar da criatividade, o caminho da satisfação pessoal.

Atualizado: 11 de Out de 2019





Vivemos um momento de polaridade, extremos, abundância e escassez, movimento e apatia, muita tecnologia e pouca habilidade para utiliza-la, muito querer e pouco agir, sobra discurso bonito e ação coerente. A criatividade é um instinto adormecido e está sendo desperto no caos. Caos de não saber lidar com quem se é e realizar aquilo que se deseja.

Muita gente acredita na ilusão de que é preciso ter para ser, não se elabora e cria se espera cair no colo a tão sonhada situação. Um sentimento de nunca ser suficiente. E assim tudo está parando, há um sentimento em massa de que nada anda, prospera e dá prazer e não sabemos nada do amanhã. Tempos líquidos, fluidos, não lineares, o que na nossa mentalidade moldada na sobrevivência e repetição se traduz em caos emocional e físico, revelando nossa desconexão humana e acordando nossa persona criativa.


Despertar a criatividade é abrir todos os sentidos para ler a vida a sua volta. Dons, talentos, valores, história pessoal, visão de mundo, ancestralidade, tudo caminho e ferramentas para uma mentalidade criativa e expressão autêntica. Criatividade em ação revela nossa maneira de significar tudo a nossa volta, o que nos traz auto responsabilidade, liderança pessoal, posicionamento como marca e resultados pessoais e financeiros, porém aniquila velhas e egoicas maneiras de atuar, então muito mundos estão a desmoronar. Vamos refletir, se há tanto no mundo porque estamos todos exaustos, será que não é a hora de repensar se aquilo que eu acredito de fato eu pratico. Aqui a criatividade é a oportunidade de evoluir na nossa compreensão de nós e no mundo material fazer acontecer.

Eu vejo um cenário caótico, mas ao mesmo tempo sinto e enxergo uma porção de coisas boas sendo despertas. Uma “economia humana” está nascendo. Pautada na identidade, coerência, inteligência emocional, propósito, respeito. Isso app nenhum faz, é coisa de gente que se dispôs a fazer uma jornada com significado.


Quanto mais o capitalismo gera mais do mesmo mais escasso fica nossas experiências e oportunidades, quanto mais eu questiono o sistema e imagino o mundo que eu desejo mais oportunidade eu gero, porque eu encontro soluções para aquilo que me incomoda, e vamos refletir, nos criamos muitos problemas neste mundo. Para onde está indo nosso lixo? Quem educa os algaritimos, quem permite uma publicidade mentirosa, os imigrantes, educação arcaica, medicina que favorece os laboratórios, carne, profissionais despreparados. Ao meu ver a tecnologia abre espaço para nossa humanidade, desperta nossos instintos de empreender, criar e liderar, faz o ser humano se voltar para seu autoconhecimento, exercitar sua criatividade. Portanto voltamos para um futuro que é ancestral. Esta tudo certo, porque estamos entrando em um movimento que valoriza nossa singularidade.


Experimente quem você quer se tornar.

Abraços, Nay Menezes.


#futuroancestral #criatividade #vidacriativa

0 visualização

© 2018 por Casa Instante. A primeira Casa De experiência da Amazônia